Quando o Samba é Bom, a noite tem magia. Do Recôncavo à Rua Uranos, Viva O Samba!

A valorização e formação de músicos, compositores e cantores são primícias da casa desde os tempos de sua fundação. Atualmente a “prata da casa” é o Grupo Quinteto Cacique, músicos que aprimoram seus talentos a cada dia e crescem artisticamente a cada apresentação. E ascendem! Apadrinhados pelo Cacique Maior e a energia do lugar ao acompanharem outros sambistas, que sobem ao palco iluminado do Cacique de Ramos. Espaço concedido a quem vive para arte, pela arte e nela mostra seus trunfos, como fizeram nesta ocasião, Carlos Caetano, Caixa D’água da Portela, Ricardo Moreno, João Martins, Anderson Ribeiro.
Em meio aos requebros febris das beldades caciqueanas, e do publico efervescente embalado aos acordes do grupo formado sob as bênçãos das Tamarineiras, um dos nomes mais respeitados do samba brasileiro, se fez presente, com sua malemolência e elegância misturados a simplicidade requintada, surge a persona de Nelson Rufino. Recebido pela Diretoria de Ouro e conduzido pelo anfitrião, Bira Presidente, o mestre Rufino entoou alguns clássicos dentre as muitas obras de sua carreira. Uma noite mágica, um momento divino, iluminado e emblemático.
Certos que este foi mais um domingo de graças e louvores ao SAMBA, e com a certeza que ele (o SAMBA) agoniza mas não morre, como diria outro grã-mestre Nelson – o Sargento, a Família Caciqueana aguarda ansiosamente pelo próximo domingo em que se comemorará o Dia dos Pais, organizado com o esmero da Diretoria de Ouro de Bira Presidente para ser ainda mais especial.
Viva o Samba, do Recôncavo à Rua Uranos!
Viva aos mestres Nelson Rufino, Nelson Sargento e Bira Presidente!
Viva o Cacique de Ramos!

Veja mais fotos!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

CAPTCHA