Projeto dos bambas sacode Cacique de Ramos

No último domingo, 04 de junho, estreando o projeto, Renato da Rocinha e Juninho Tybau fizeram a festa Caciqueana. Os sambistas agitaram a roda, acompanhados pelo Grupo Quinteto Cacique.

 O primeiro a se apresentar foi Renato da Rocinha, que já possui em sua discografia dois álbuns independentes, um lançado em 2010 – Qualquer Lugar e o outro em 2015 – Moleque bom. Cria da Rocinha e sambista desde pequeno, Renato agradeceu ao Cacique Maior a oportunidade, ressaltando a importância daquele chão.

 Filho da casa, o cantor e compositor Roberto José Fernandes Junior, o Juninho Thybau, é bamba de berço. Filho do compositor Beto Gago, neto do violonista Thybau e sobrinho de Zeca Pagodinho, o sambista coleciona vários sucessos gravados, entre eles “A Vitória Demora Mas Vem”, sucesso na voz do cantor Diogo Nogueira, escrita em parceria com Anderson Baiaco e Luis Caffé. A sua mais nova música de trabalho, Tem quem queira, tem a produção musical de Rildo Hora. Juninho também mandou o seu recado e ressaltou a importância do solo sagrado e a oportunidade dada à nova geração, não deixando de agradecer o apoio incondicional do Cacique Maior, Bira Presidente.

 O líder da Tribo do Samba, que não acompanhou o Grupo Fundo de Quintal na Turnê pela Europa, marcou presença para a alegria do público, que aproveitou para tirar aquela selfie com o anfitrião da casa. Sempre carinhoso com todos, Bira Presidente ficou sensibilizado com a história do Paulista de Caraguatatuba. Luiz Junior, conhecido como alemão, um apaixonado por Samba e de férias no Rio de Janeiro, fez questão de colocar em seu roteiro turístico na Cidade Maravilhosa a visita ao Cacique de Ramos. Na ocasião, Bira o presenteou com uma camisa dos seus 80 anos, para o delírio e emoção do fã e admirador Caciqueano.

Veja mais fotos!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

CAPTCHA