Dupla comemoração para os 55 anos de glórias do Cacique de Ramos

Para brindar com os admiradores e componentes do Cacique de Ramos ,  a manhã de celebração religiosa deu lugar a uma tarde/noite com Roda de Samba Especial recheada de surpresas.
 No palco, os grupos da casa, o Quinteto Cacique e o Voz Ativa, mantiveram o ritmo ininterrupto com o Samba de Raiz e Partido Alto. Uma Roda de Samba como nos velhos tempos. Nomes como:  Marcelinho Moreira, Juninho Thybau, Renato Milagres, Alamir do Quintal do Pagodinho, Gabrielzinho do Irajá, Rita Rosa, Ricardo Rachado, Henrique Fubba e Edinho do Samba prestaram homenagens a Família Caciqueana e ao líder Bira Presidente.
Uma das agremiações que escolheram o Cacique de Ramos como tema no carnaval de 2016, a Arrastão de Cascadura levou seu pavilhão e parte de sua diretoria para riscar de poesia o chão do Templo Sagrado do Samba.
Patrimônio Cultural da Cidade do Rio de Janeiro, o Cacique de Ramos teve ainda a presença do prefeito Eduardo Paes que mais uma vez prestigiou Bira Presidente com votos de longevidade a Tribo de Arte e Cultura carioca.
Eleitas para reinar na Tribo do Samba em 2016,  Manu Farias, Rainha do Carnaval e Carola Oliveira, Rainha da Bateria, e as princesas Luciana Braz e Adeline Gervásio, foram coroadas sob forte emoção e muitos aplausos. Para este momento especial foram convidados os soberanos da folia carioca, que também foram parabenizar os caciqueanos em festa. O Rei Momo, Wilson Neto e a Rainha Clara Paixão, acompanhados pela primeira princesa, Uilana Adães e pela segunda princesa, Bianca Monteiro, além de se apresentarem no palco iluminado do Cacique de Ramos, foram, sem dúvida, um dos grandes destaques do evento, que contou também com a presença de Pedro Ernesto Marinho, presidente do Cordão da Bola Preta.
 Felicitações e grande jubilo encheram de orgulho o coração do Cacique Maior, que ainda sambou seu “miudinho” fazendo a alegria do publico.  Bira teve a companhia do Rei Momo, Wilson Neto, durante sua elegante apresentação.
O Doce Refugio se rendeu ao doce sabor dos bolos e guloseimas que foram saboreados após o “parabéns pra você” encerrando a festa que começou no domingo  anterior (17/01) com a feijoada da Tribo. Uma dupla homenagem a todos os caciqueanos, que firmam o batuque e honram cada folha das  Sagradas Tamarineiras.

Veja mais fotos!

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

CAPTCHA