Mais três dias de desfiles “Épicos” que entram para a história do Cacique de Ramos.

Fundado em 1961, o Bloco que nunca deixou de desfilar é o revelador de uma geração de sambistas que marcaram a história do samba. Eles foram homenageados com as suas imagens na Camisa “Eu Sou Cacique”.  Estamos falando de Arlindo Cruz, Jorge Aragão, Almir Guineto, Cleber Augusto, Nelci (família), Mário Sérgio (família), Sombrinha, Délcio Luiz, Flavinho Silva, Walter 7 Cordas, além do Grupo Fundo de Quintal – Ademir Batera, Ronaldinho, Marcio Alexandre e os fundadores do Cacique: Bira, Ubirani e Sereno.

A Bateria “Tamarindo de Ouro”, comandada por Mestre Bruno, desfilou com cerca de 200 ritmistas, embalando os 8 mil foliões fantasiados que desfilaram pela avenida com alegria e ginga.

O desfile do Cacique de Ramos se destaca pela manutenção da sua originalidade ficando a altura da elitista Marquês de Sapucaí.  Um verdadeiro show de organização sob os olhares atentos do Cacique Maior Bira Presidente e da sua Diretoria de Ouro que trouxe em seu cortejo, um tripé, um carro alegórico, as alas reunidas com suas fantasias temáticas, a corte, as musa e a porta-estandarte.

Presença garantida nos desfiles, os anfitriões homenageados, os Frutos da Tamarineira, o Grupo Fundo de Quintal, desfilou pela Avenida Chile atraindo a atenção do público que se aglomerou para ver o bloco que tingiu nas cores preto, vermelho e branco, o coração do Centro do Rio de Janeiro contagiando a todos os seus eternos sucessos.

No ritmo do Cacique, destacamos a presença da fie Caciqueana, a atriz Leandra Leal e seu esposo Alê Youssef, que marcaram presença em mais um ano nos desfiles pela Ala Guerreiros. Quem também apareceu pela Tribo do Samba foi à atriz Nanda Costa que se vestiu de índia Guerreiros e caiu na folia.

Já no último dia de desfile do Cacique de Ramos na noite de terça-feira de Carnaval tivemos novos índios, dessa vez na Ala Apache. O casal de atores Humberto Carrão e Chandelly Braz e a atriz Gisele Fróes com fantasia temática se esbaldaram com o imortal Bloco de todas as gerações.

Os jornalistas Fábio Judice e Tatiana Nascimento, estiveram no desfile do Cacique. Fabio, já é consagrado Caciqueano e Diretor de Desfile e, Tatiana que pela primeira vez desfilou com a Tribo do Samba parece ter recarregado as suas energias.
Vida longa ao Cacique de Ramos e a todos que carregam nosso índio no coração!

Veja mais fotos nos Albúns

DomingoSegundaTerça