57 Anos de Samba

Cacique de Ramos, Sonho de muitos, Realidade de poucos!

  
  

Galeria de Fotos

Select Your Language:

Tradição, Emoção e muito Samba para festejar o Dia do Índio na Tribo do Samba.

Tribo Fulni-ô,  Fábio Júdice e Noca da Portela  receberam o título principal do bloco, a Comenda Cacique de Ramos 2015

Homenagens memoráveis marcaram a feijoada do Cacique de Ramos neste domingo 19. Em dia de comemorações ao dia do Índio, o  Cacique de Ramos recebeu a Tribo Fulni-ô pelo terceiro ano consecutivo.  Presente com seus cocares e pinturas que atraíram os olhares e ganhou a admiração das inúmeras caravanas que lotaram a sede do Doce Refúgio desde o inicio da tarde. A tribo originária de Águas Belas, Pernambuco, foi presenteada com a Comenda Cacique de Ramos 2015, e  inebriou o povo do samba com cânticos e louvação aos ancestrais entoados em sua língua nativa, o yathê, identidade cultural dos Fulni-ô. Em bom português, os amigos da Tribo Fulni-ô também saudaram Bira Presidente, sua Diretoria de Ouro e,  as Alas do bloco que representam com dignidade e beleza os índios brasileiros no carnaval carioca.
 
Os grupos: Voz Ativa e Quinteto Cacique  comandaram a Roda de Samba de Raiz e Partido Alto com maestria. Talentos como: Luiz Claudio Picolé, Pedrinho da Flor, Cesar Veneno e o vocalista do Grupo Boêmia Carioca, Gustavo Conde também se apresentaram no Templo Sagrado do Samba.
 
 Bira Presidente fez discurso vibrante e muito emocionado para exaltar ainda mais a presença dos homenageados do dia.  O Cacique Maior teve  ainda a companhia de seus irmãos  Ubiracy e Ubirany ao lado de Karla Marcelly, sua filha primogênita que liderou a comitiva da família Felix do Nascimento, na tarde/noite de muitas alegrias.
 
A simplicidade  e simpatia contagiante do jornalista Fabio Júdice transformou a homenagem a ele oferecida pelo Cacique de Ramos, em  confraternização da família caciqueana. Acompanhado de grandes amigos de infância, da televisão, e do teatro, além de seus familiares, Judice se declarou um “caciqueano apaixonado” e que mais uma vez estará presente no desfile do bloco, em 2016.
 
Completando 62 anos de carreira,  a lenda viva Noca, do Cacique e da Portela, protagonizou um dos momentos mais emblemáticos da festa. Recebido no palco por Bira Presidente e sua Diretoria de Ouro, o compositor, cantor  e Baluarte da Portela  demonstrou todo seu amor ao bloco que participa desde a fundação, na década de 60. 

Noca teve a companhia  de sua filha Solange e do neto Diogão, entre outros familiares e amigos de longa data.

Também da Portela o compositor e cantor Wanderley Monteiro participou da esfuziante apresentação de Noca para deleite dos portelenses que marcaram presença maciça.  Outro caciqueano das antigas, o cantor e compositor Roberto Serrão,  parceiro do homenageado, abrilhantou o momento especial.

Uma festa linda a altura dos homenageados e do público que prestigia a cada domingo o Cacique de Ramos.

Veja mais fotos!

Fotos Márcio Lopes, Michelle Beff & Gisele Mendes

Texto: Nayra Cezari

FacebookTwitterGoogle Bookmarks

Facebook do Presidente

Visite a página do Presidente

e de um curtir

 

Calendário 2018


NOVEMBRO


DIA 18

Utilidade Pública

Info sobre Eventos Oficiais

ASCOM Cacique de Ramos

21 98543-3821

E-mail: ascom@caciquederamos.com.br