54 Anos de Samba
54 Anos de Samba
54 Anos de Samba
54 Anos de Samba

Cacique de Ramos, Sonho de muitos, Realidade de poucos!

  
  
  • rodadesamba2.jpg
  • b_feijoada.jpg

Select Your Language:

Faça seu Login

Quem está On line

Temos 157 visitantes e Nenhum membro online

Galeria de Fotos

ADMINISTRADORES

Tradição, Emoção e muito Samba para festejar o Dia do Índio na Tribo do Samba.

Tribo Fulni-ô,  Fábio Júdice e Noca da Portela  receberam o título principal do bloco, a Comenda Cacique de Ramos 2015

Homenagens memoráveis marcaram a feijoada do Cacique de Ramos neste domingo 19. Em dia de comemorações ao dia do Índio, o  Cacique de Ramos recebeu a Tribo Fulni-ô pelo terceiro ano consecutivo.  Presente com seus cocares e pinturas que atraíram os olhares e ganhou a admiração das inúmeras caravanas que lotaram a sede do Doce Refúgio desde o inicio da tarde. A tribo originária de Águas Belas, Pernambuco, foi presenteada com a Comenda Cacique de Ramos 2015, e  inebriou o povo do samba com cânticos e louvação aos ancestrais entoados em sua língua nativa, o yathê, identidade cultural dos Fulni-ô. Em bom português, os amigos da Tribo Fulni-ô também saudaram Bira Presidente, sua Diretoria de Ouro e,  as Alas do bloco que representam com dignidade e beleza os índios brasileiros no carnaval carioca.
 
Os grupos: Voz Ativa e Quinteto Cacique  comandaram a Roda de Samba de Raiz e Partido Alto com maestria. Talentos como: Luiz Claudio Picolé, Pedrinho da Flor, Cesar Veneno e o vocalista do Grupo Boêmia Carioca, Gustavo Conde também se apresentaram no Templo Sagrado do Samba.
 
 Bira Presidente fez discurso vibrante e muito emocionado para exaltar ainda mais a presença dos homenageados do dia.  O Cacique Maior teve  ainda a companhia de seus irmãos  Ubiracy e Ubirany ao lado de Karla Marcelly, sua filha primogênita que liderou a comitiva da família Felix do Nascimento, na tarde/noite de muitas alegrias.
 
A simplicidade  e simpatia contagiante do jornalista Fabio Júdice transformou a homenagem a ele oferecida pelo Cacique de Ramos, em  confraternização da família caciqueana. Acompanhado de grandes amigos de infância, da televisão, e do teatro, além de seus familiares, Judice se declarou um “caciqueano apaixonado” e que mais uma vez estará presente no desfile do bloco, em 2016.
 
Completando 62 anos de carreira,  a lenda viva Noca, do Cacique e da Portela, protagonizou um dos momentos mais emblemáticos da festa. Recebido no palco por Bira Presidente e sua Diretoria de Ouro, o compositor, cantor  e Baluarte da Portela  demonstrou todo seu amor ao bloco que participa desde a fundação, na década de 60. 

Noca teve a companhia  de sua filha Solange e do neto Diogão, entre outros familiares e amigos de longa data.

Também da Portela o compositor e cantor Wanderley Monteiro participou da esfuziante apresentação de Noca para deleite dos portelenses que marcaram presença maciça.  Outro caciqueano das antigas, o cantor e compositor Roberto Serrão,  parceiro do homenageado, abrilhantou o momento especial.

Uma festa linda a altura dos homenageados e do público que prestigia a cada domingo o Cacique de Ramos.

Veja mais fotos!

Fotos Márcio Lopes, Michelle Beff & Gisele Mendes

Texto: Nayra Cezari

No Cacique de Ramos tem samba, carnaval e alegria todos os dias.

 

A Roda de Samba do Cacique de Ramos neste domingo, 12, teve clima de carnaval. Intérpretes, destaques,  passistas, jurados, diretores de diversas agremiações e até a Princesa e a Rainha do Carnaval 2015 do Rio de  Janeiro, prestigiaram o evento.

Polo de cultura e muita música boa,  liderado por Bira Presidente, o tradicional bloco carnavalesco promove semanalmente a Roda de Samba que tem o brilho da prata da casa, o grupo Quinteto Cacique. E nesta edição contou também com talentos como: Clóvis Pê, intérprete da escola de samba paulistana, Unidos de Vila Maria, Caixa D’Água, presidente da ala de compositores da Portela, Alexandre D´Mendes, Renato Zacarias, irmão de Reinaldo, o Príncipe do Pagode, e Leandro D´Menor, do Quintal do Pagodinho.

O sucesso do evento teve a participação efetiva do publico. Caravanas organizadas em vários Estados brasileiros compareceram em grande número, reunindo sambistas de São Paulo, Bahia, Minas Gerais e Santa Catarina que foram contagiados pela alegria das Alas Reunidas e a beleza das beldades do Cacique de Ramos.

Uma festa dentro da festa!

Aniversariante da semana, Simone Drumond, primeira destaque de luxo feminino da Imperatriz Leopoldinense ganhou festa surpresa preparada pela Diretoria de Ouro. Recepcionada por Bira Presidente, a filha de Luizinho Drumond, presidente da Rainha de Ramos, se emocionou com a comemoração da Tribo do Samba.

Ansiosos pela feijoada do Cacique de Ramos, que acontecerá no próximo domingo (19), a Tribo do Samba foi informada pelo Cacique Maior, Bira Presidente sobre a programação que terá como homenageados Noca da Portela e o jornalista Fabio Judice.

Veja mais fotos!

Fotos Márcio Lopes e Michelle Beff

Texto: Nayra Cezari

Emoção em Dobro na ultima Roda de Samba de Março

 

Sambista de sucesso e apaixonado pelo Cacique de Ramos, instituição que comanda por ininterruptos 54 anos, Bira Presidente, que completou seus 78 anos na ultima segunda-feira (23), continuou a festejar na Roda de Samba do Doce Refúgio,  neste domingo, 29.

Surpreendido com diversas homenagens, o líder da Tribo do Samba se emocionou ao ver sua Diretoria de Ouro vestida com a camiseta comemorativa ao seu aniversário. Adotando a peça  como uniforme, os diretores se orgulharam em exibir a imagem do Cacique Maior durante o tradicional evento que reuniu sambistas de Campos dos Goytacazes, Minas Gerais, São Paulo, Recife e Belém. A atmosfera festiva da família caciqueana contagiou a Diretoria de Ouro que também comemorou o aniversário de um de seus membros, Tuninho Cabral, com direito a bolos, doces e "parabéns pra você" na presença de inúmeros representantes das agremiações do Rio de Janeiro, que curtiram o samba bom do Grupo Quinteto Cacique.

O palco iluminado do Cacique de Ramos teve entre as especiais participações  os cantores Alexandre D'Mendes e Ribeirinho, além de Fubba de Jacarepaguá e Caixa D'Água, presidente da ala de compositores da Portela.   

Estreante na Roda de Samba e Partido Alto, o carnavalesco Cahê Rodrigues, da Imperatriz Leopoldinese , recebeu as boas vindas do anfitrião Bira Presidente, e do colega de profissão o carnavalesco André Cezari (Comissão de Carnaval da Beija-flor).  Cezari que também é carnavalesco no Cacique de Ramos conduziu Cahê na história do bloco, através do Centro de Memória Domingos Félix do Nascimento, acervo de imagens emblemáticas do Cacique de Ramos.

 O cantor Elymar Santos também participou do encontro entre gresilenses e caciqueanos, onde Cahê Rodrigues foi presenteado  pelo Cacique Maior  com o novo CD do Grupo Fundo de Quintal,  do qual Bira Presidente é fundador e integrante.

A Roda de Samba e Partido Alto do Cacique de Ramos acontece aos domingos, a partir das 17h  e tem entrada franca.

Diretoria de Comunicação do Cacique de Ramos

Fotos Márcio Lopes e Michelle Beff

Texto: Nayra Cezari

Veja mais fotos!