Carnaval do Cacique de Ramos 2020 – Eterna Madrinha, Beth Carvalho

Carnaval é a nossa vida! Carnaval é a paixão que nos move e pulsa a darmos o melhor de nós mesmos para um desfile esplêndido e arrebatador, como aconteceu no domingo, segunda e terça de carnaval de 2020.

Um carnaval confirmado e não cancelado. Foi um desfile encantador conforme merecido, sob o comando do Cacique Maior da Tribo do Samba, Bira Presidente, ao lado da inseparável e fiel Diretoria de Ouro, que suou a camisa para um desfile impecável.

Lindos carros alegóricos decorados pelo diretor André Cezari; adereços completos com cocares de toda Corte Caciqueana confeccionados pela diretora Mônica Rocha; nossas alas de índios, Apache, Carajás, Cheyenne, Guerreiros e Tamoio, com suas fantasias personalizadas e seus sinalizadores acesos em fogueira móvel; ao som dos maiores sucessos já embalados no Cacique de Ramos “Vou festejar”, “Água na boca”, “Caciqueando” e “Vou festejar! Sou Cacique, sou Mangueira!”, nas vozes dos nossos grandes puxadores do samba; com mais de 200 ritmistas na Bateria Tamarindo de Ouro e sua Rainha de Bateria Thainá Dias, sob o comando do Mestre Xula, o Cacique de Ramos mostrou para que veio. Veio com louvor, com maestria e cabeça erguida para um carnaval perfeito, de união e alegria, sem briga ou confusão.

Simplesmente magnífico ver todo esse sonho realizado e da maneira que foi. Avenida Chile, no Centro do Rio de Janeiro, lotada, repleta do melhor público do Brasil. Dentro da corda, contabilizando um público em torno de quarenta mil durante os três dias de desfile, esgotou o número de vendas de camisas; como também fora da corda, um público lindo e contagiante nas calçadas, arquibancadas, viadutos… Um mar de gente que, com ousadia e muito carinho, nos acolheu, abraçou e entendeu que o Cacique de Ramos é um bloco tradicional e de respeito, que presa pela cultura da nossa gente.

Uma grande homenagem à “Eterna Madrinha, Beth Carvalho” não poderia ter sido diferente. Ela que fez tanto pelo samba, e atingiu grandes marcos no Cacique de Ramos, ao lado do Grupo Fundo de Quintal, durante toda sua trajetória, partiu há quase um ano deixando uma forte saudade em todos nós, mas jamais deixará de ser lembrada.

Não há palavras para descrever o que foi o carnaval 2020 para nós. “Não dá pra conter tamanha emoção.” Só podemos agradecer a todos que se empenharam para este sucesso, desde todas as equipes envolvidas como também às simples palavras de apoio e incentivo para que este espetáculo acontecesse. “Respeite quem pôde chegar onde a gente chegou!”

Salve… A tribo dos bambas!
Salve… O palácio do samba!

Salve o Cacique de Ramos!

 

Domingo

domingo-2020-10002

Image 1 of 271

Segunda-feira

segunda-2020-10006

Image 1 of 174

Terça-feira

terca-2020-10002

Image 1 of 904