Cacique de Ramos recebe caravanas paulistas

No último domingo, dia 13 de novembro, não foi diferente. Doze caravanas paulistas estiveram presentes no Doce Refúgio. Ilustres sambistas da Terra da Garoa que curtiram o samba referência mundial num dos locais mais badalados da Zona Norte do Rio de Janeiro.
Abrimos aspas nesse texto para os agradecimentos especiais a Presidente da Escola de Samba, Tom Maior, Luciana Silva, a Presidente da Escola de Samba Morro da Casa Verde, Laurinete Nazaré da Silva Campos, à Dona Guga, à Filial do Samba, Unidos do Peruche, à Rosa de Ouro, à Nenê de Vila Matilde e a todos os agregadores da nossa cultura que percorrem as estradas em buscas da comunhão do samba. Também agradecemos àqueles que cruzam os céus e até os mares para visitar-nos. Voltem sempre. A casa é de vocês!
Com músicos de qualidade que preservam as raízes da Terra da Tamarineira Sagrada, o samba eloquente do Grupo Quinteto Cacique fez um passeio musical animando a roda, não deixando ninguém ficar parado. Neste domingo, subiram ao palco para “aquela palinha” os cantores Pipa e Gordo.
A noite foi marcada também pela presença do Cortejo Real do Carnaval de 2017, representado pelo Rei Momo, 1º e Único, do Carnaval Fábio Arerê; da Rainha do Carnaval Uillana Adães; da 1ª Princesa do Carnaval Joice Rocha e da 2ª Princesa Deisiane Jesus. Para recebê-los, Bira Presidente saiu direto do show do Grupo Fundo de Quintal para o Cacique de Ramos, pediu passagem à roda de samba e apresentou-os à Tribo do Samba. O Líder também fez questão de lembrar que a Rainha do Carnaval também é fruto da Tamarineira, assim como a sua antecessora Clara Paixão que, por quatro anos, foi musa do Cacique. O Rei Momo agradeceu a hospitalidade e pediu licença para cantar, encerrando com chave de ouro a visita ao Templo Sagrado do Samba.

Veja mais fotos!