Cacique de Ramos e as novas gerações

A roda de samba do Cacique de Ramos é um espaço agregador e convidativo para todos que buscam uma boa energia e inspiração. Nesse domingo, a participação especial ficou por conta do filho da Tamarineira Sagrada, Gabrielzinho do Irajá, e da voz feminina de Thais Macedo, considerados grandes artistas da nova geração que vem se firmando no cenário da Música Popular Brasileira.

O Doce Refúgio é conhecido pelos seus encontros e encantos. Um evento que é considerado o point de sambistas que, vira e mexe, passam por lá para dar uma canja. Nesse domingo, Alan Ylê e Marcelo Negrão levantaram o público com suas apresentações.

O Líder da Tribo do Samba, ausente por compromissos com o Grupo Fundo de Quintal, deixou a cargo da Diretoria de Ouro o comando da festa que seguiu mais uma vez com disciplina e paz.

Um minuto de silêncio para o grande percussionista Laudir de Oliveira – Durante a Roda de Samba.

Recebemos, com tristeza, a informação de que o nosso amigo, fruto da Tamarineira e notável músico internacional, Laudir de Oliveira, aos 77 anos, veio a óbito na tarde do domingo durante uma apresentação no Reduto Pixinguinha, centro cultural na Praça Ramos Figueira, em Olaria, Zona Norte do Rio. O Cacique de Ramos, por meio do seu Presidente, da Diretoria de Ouro e das Alas Reunidas, lamentou a eminente perda e prestou as sinceras condolências em forma de 1 minuto de silêncio em homenagem ao grande artista que deixará saudades.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

CAPTCHA